logo_edited.png
1/4
Badermann%20GRAFISMO_edited.png
Espaços
Terapêuticos

Planejamento e Arquitetura em Saúde

Consultórios, Clínicas e
Unidades Hospitalares
pensadas com foco no usuário

Para criar uma ambiência adequada à humanização, é fundamental adotar o conceito de espaços terapêuticos, que promovem a identificação dos usuários com o ambiente que os circunda.

Considerando que a combinação equilibrada entre terapias farmacológicas, comportamentais e ambientais é eficaz para a melhoria integral da saúde, o conceito de espaços terapêuticos valoriza a contemplação e o envolvimento em cenas agradáveis.

 

Desta forma, há promoção de bem-estar físico e mental a todos os usuários, culminando em redução no tempo de internação dos pacientes.

Nem sempre é viável contemplar o contato direto com a natureza, mas sempre que possível é importante explorar visuais privilegiadas e iluminação natural.

No case da unidade de Quimioterapia do Centro de Oncologia do Hospital São Lucas da PUCRS em parceria com a Oncoclínicas, a valorização da visual dos jardins oportuniza a contemplação da natureza durante as sessões de aplicação de medicamentos.

 

A utilização de divisórias de vidro permite a integração entre os espaços, trazendo leveza aos ambientes. Além disso, permite que a luz natural chegue até o posto de enfermagem, posicionado de forma estratégica a fim de garantir o controle visual dos pacientes por parte da equipe. A privacidade é garantida através de películas adesivas que não bloqueiam a passagem da luz.

A escolha dos acabamentos também é feita de modo a garantir aconchego, através do uso dos elementos amadeirados, sem perder a característica de fácil higienização, aliando ao uso de elementos metálicos, que trazem modernidade ao espaço.

O núcleo de espera e consultórios também é valorizado pela iluminação natural abundante e utiliza os mesmos materiais e linhas de desenho para garantir unidade a todo o conjunto.

 

O desenho das áreas de apoio é pensado para garantir funcionalidade à operação, de acordo com preceitos normativos e atenção às boas práticas, sem perder de vista a dimensão estética da harmonização entre elementos.

Já no projeto de renovação do serviço de Radioterapia também em parceria entre o Hospital São Lucas da PUCRS e a Oncoclínicas, o grande desafio foi dialogar com a infraestrutura pré-existente e trazer aconchego e unidade ao espaço desprovido de iluminação natural.

Mais uma vez, exploramos uma ambiência sóbria nos elementos fixos, como revestimentos e marcenaria, dando destaque ao mobiliário solto e elementos decorativos, principalmente nas salas de espera.

A iluminação artificial desempenha papel fundamental na ambiência, através da concepção integrada com a arquitetura. Como premissa, o uso da linearidade nas circulações para favorecer a orientação dos usuários e de linhas periféricas auxiliando a delimitação dos diferentes ambientes em um mesmo espaço.

 

Além disso, o projeto luminotécnico desenvolvido pela Arq. Fernanda Bonatto do studio.ito atende aos rigorosos requisitos de iluminância e diferentes cenários de luminosidade.

O novo acelerador linear foi instalado em um bunker construído para o equipamento anterior, com limitações de acesso, pé-direito e instalações. O desenho de forro e da iluminação foi pensado minuciosamente para assegurar a viabilidade técnica e construtiva.

 

Além das salas de terapia, a estrutura assistencial é composta por consultórios, vestiários e sala de recuperação. Nos consultórios, foram criadas divisórias móveis, para garantir privacidade ao paciente durante o exame. Os vestiários individuais se ligam às salas de espera internas, separadas da circulação principal por divisórias envidraçadas, que garantem permeabilidade e amplitude ao ambiente.

As áreas de comando, planejamento e física médica são posicionadas estrategicamente para assegurar todo apoio técnico durante a assistência. O projeto também contempla a estrutura de apoio à equipe, com área para guarda de pertences, copa e sanitários.